26 de agosto de 2007

Oficina com alunas do Magistério

Estamos finalizando a primeira parte de nosso trabalho na oficina com as alunas do Magistério, onde aplicamos a metodologia de trabalhar com PA.
Na metodologia de aprendizagem por projetos, uma prática pedagógica baseada na construção de conhecimento, ao invés de dar o raciocínio pronto, o professor falando e o aluno ouvindo, o professor passa a ser desafiador, ou seja, aquele que abre espaço à participação dos alunos, favorece a autonomia na escolha, questiona e problematiza para gerar conflitos cognitivos e com isso, o desenvolvimento da inteligência e a construção do conhecimento. Essa forma de trabalhar a construção de conhecimento implica numa grande mudança de concepção pedagógica, portanto, uma possibilidade de mudança na prática.
Como nos diz Magdalena e Costa (2003):
[...] uma proposta de trabalho em sala de aula, onde são privilegiadas as questões de investigação que nascem dos interesses e necessidades dos alunos e a busca autônoma de respostas para elas. [...] que possibilita aos alunos construírem conhecimentos a partir das interações com professores, colegas e a sociedade em geral. [...] em um ambiente onde os alunos são apoiados e incentivados [...] ação, envolvimento e focalização da atenção dos alunos nas atividades, mais do que no professor [...]

A segunda parte que será desenvolvida no último trimestre, ou seja, setembro outubro e novembro, as alunas irão preparar planos de aula com a construção feita, cada grupo com o tema desenvolvido durante a pesquisa. Pretende-se também, que as três turmas de terceiro ano apliquem os planos feitos em uma turma de segunda e terceira série do ensino fundamental.
Projetos de Aprendizagem das Alunas

Coloco aqui um exemplo de página do grupo Tudo sobre o Aborto, onde usam o trabalho da colegas sobre prevenção de Gravidez, num processo de cooperação.

Justificativas Plausíveis? Para o aborto expontâneo, cremos que não há o que fazer, já o aborto provocado... não acreditamos haver justificativas.

Se um filho não é desejado, há muitos métodos para evitá-lo. Ver : Trabalho da turma 3208

Se houve a gravidez a mãe deve ter a consciência de que uma criança é um indivíduo digno de respeito e com direito à vida como ela e como todos os cuidados que uma gestante deve ter.

4 de agosto de 2007